e-mail
senha
esqueceu sua senha? CADASTRE-SE
gravar senha
Pesquisar     TERÇA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2017  
« voltar ao Fórum Responder mensagem Postar nova mensagem Regras Glossário Revelando-se Perfeito Dates Classificados
Banda Malta
postado por Frankly von Halen (Joao Pessoa/PB)  enviar um e-mail para Frankly von Halen
(franklyandrade@gmail.com) 07/07/2014 17:04:30

Minha opinião sobre os críticos de rock:
Solos de Guitarra Não Vão Me Conquistar e Banda M…: http://youtu.be/SFJZJ8eDi4Y
ordenar por  mais recentes   mais antigas  
Re: Banda Malta
postado por Expressão (Maurício) (Jacareí/SP)  enviar um e-mail para Expressão (Maurício)
(mauricioj_carvalho@yahoo.com.br) 10/07/2014 20:03:07

É... A História é cíclica. Em meados do século passado, nas rádios e tv tocavam músicas horríveis, tipo Paulo Sérgio, Vanderley Cardoso, Barros de Alencar e Amado Batista.

Era a grande mídia. De vez em quando um MPB de melhor qualidade rolava, mas só em rádios de elite. O povão mesmo, sempre escutou só porcaria.

Mas tinha um bando de revolucionários de cabelos compridos escutando Deep Purple, Led, Beatles, Yes, ELP e Pink Floyd. Grupo, aliás, que me incluía.
Além dos brazucas, Terço, Joelho de Porco, Som Nosso de Cada de Dia, Casa das Máquinas, Tutti Frutti...

A cada vez mais coisa ruim rolando na grande mídia. E só em canais selecionados uma ou outra música melhorzinha.

Hoje é a mesma coisa. Só que tem bem mais grande mídia e tem bem mais bandas "desconhecidas". Mas também tem bem mais povão. E no século que vem, será a mesma coisa. O popula de hoje é o clássico de amanhã... E o povão esquece o que tá tocando na grande mídia, pois é consumo imediato...
Re: Banda Malta
postado por Frankly von Halen (Joao Pessoa/PB)  enviar um e-mail para Frankly von Halen
(franklyandrade@gmail.com) 10/07/2014 12:31:55

Idem em relação ao CD de sabedoria.
Re: Banda Malta
postado por Rick (Resende/RJ)  enviar um e-mail para Rick
(ricardosoaresc@yahoo.com.br) 10/07/2014 11:52:46

Fala,Roberto Costaquente!
Estou esperando o seu CD de sabedoria!
Anos 80 é comigo mesmo!!AC/DC,IRON,DIO(holly diver),ACCEPT....são meus preferidos!
Re: Banda Malta
postado por Roberto Costabile Junior (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Roberto Costabile Junior
(robertocostabilejr@gmail.com) 10/07/2014 07:13:47

Boa Foka !
Chega de falar da bunda Mala...FOCO NO PAINGE !!!
Re: Banda Malta
postado por Foka  enviar um e-mail para Foka
(direitotcc@yahoo.com.br) 09/07/2014 08:56:42

Criticar, todo mundo critica...

O maior post do GN é um tributo anti-Page! rs
Há um fundo de piada ali, mas muitos odeiam e criticam ferozmente, o guitarrista de uma das bandas mais importantes do Rock. Ponto.

O rock esteve na mídia há alguns anos atrás, dividindo espaço com o sertanejo. Rolou até uma jam de Emo com Chitãozinho e Xororó em um programa...

Como Roberto, concordo que lucrar com arte é outra arte.

Vejam bem: Se "Chitãozinho e Xororó" surgissem hoje, não fariam sucesso. Não com esse nome. Isso não é nome de dupla para universitário. É muito raiz. Talvez aparecessem como "Ricardinho Mangusto e Rodolpho Diniz".

Com o Rock não é diferente.

Pitty acabou de lançar um disco, com uma música "mais do mesmo". O rock continua tocando, continua tendo seu público.
É "mais do mesmo" para mim, que sou velho. Para molecada, é lindo. Como Nirvana foi para nós em nossa época.

Roger Waters em várias passagens deixa claro (ao menos para mim) que não se incomodava em fazer música pop. Pop era sinônimo de venda, que é igual a dinheiro no bolso. A preocupação era um pop de qualidade. Mas isso precisa de público.

Se não há público para digerir, já era. Ninguém ficará rico vendendo "foie gras" no Brasil. É mais fácil ganhar dinheiro vendendo milho e feijão.

É assim que a indústria da música e a mídia pensam, já que eles possuem um negócio.

Mas, como disse, o rock continua com público.

O Rock in Rio, com todo seu pop e desvirtuamento, lotou. LollaPalooza lotou.

Para quem tinha medo do futuro, com a morte dos integrantes de bandas como Iron Maiden, o LollaPalooza é um bom exemplo de que haverá continuidade.

Eu não gosto de nenhuma das bandas ali. Mas eu sou velho. Fui no festival, em 2013, apenas para ver Pearl Jam.
Daqui há vários anos, quando eu já tiver morrido, a geração que vibrou com as novas bandas do festival, estará aqui falando a mesma coisa, chamando de clássico o que eu, hoje, considero lixo. Da mesma forma que o que eu gosto hoje, foi chamado de lixo por gerações passadas.

E falando em lixo...eu convivo com músicos eruditos. Músicos que dão risada da primariedade do Rock que todos aqui vibram, com algumas raras exceções. (eles costuma gostar de Dream Theater, por razões óbvias, mas gostar um pouco! rs)

Voltando ao "arte como negócio"...

Curiosamente, ninguém faz um festival sertanejo...talvez por não existir essa cultura da peregrinação, forte no rock, e que faz o sujeito permanecer até 10 horas de pé assistindo shows.

Enfim, rock continua vendendo bem, obrigado. A invasão de guitarras chinesas, só nos mostra que há muita gente querendo tocar guitarra.



Re: Banda Malta
postado por Roberto Costabile Junior (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Roberto Costabile Junior
(robertocostabilejr@gmail.com) 09/07/2014 07:59:54

Frankly
concordo que em um contexto de negócios, empreendimentos, algo assim, a comparação faça sentido.

Mas para mim, comparar o sistema que envolve uma produção hollyweirdiana
e alguém que tem guitarra, e toca porque gosta, para curtir, por hobby - ou mesmo sem querer ser pseudointelectual
para se expressar, é uma comparação absurda. (Off, no meu acervo de cinema-gororoba-ketchup, tenho os 2 do Peter Jackson, Bad Taste e Braindead)

Mas é lógico, é sua opinião, e defendo o direito de expressar ela
assim como ainda defendo o direito de qualquer internauta expressar o que pensa sobre o kid-pentelha-cover

Caso contrário, chegará um ponto em que ninguém poderá expressar sua opinião sobre nada
a não ser que também tenha tido sucesso ou contribuído para o crescimento da dita cena.

Tendo dito isso, eu nunca perderia meu tempo postando coisas negativas de uma banda assim
mas mais que isso, não perderia o tempo sequer vendo o programa, abomino qualquer coisa de competição em Artes
e como diria o nosso nobre colega greener nórdico: "Music non ser foocking sports"

Voltando ao que pode representar a música para cada um
quando era moleque, lógico, via fotos, videos, e sonhava, a maravilha de ser um rockstar...
mas depois que comecei a tocar, eu queria mesmo era só conseguir tocar, expressar as idéias, e sonhar e representar aquilo tudo de um jeito particular

É bastante complicada essa discussão de Arte x Comércio, muita gente já falou que a Arte verdadeira não se presta a nada a não ser a si própria...
Mas com certeza, nesses casos, pode tocar bem, ser competente, o que for, mas como na categoria do Nick do "tudo pronto", se encaixa no segundo

Talvez conseguir aliar a Arte com o comércio seja uma outra arte à parte
Re: Banda Malta
postado por Frankly von Halen (Joao Pessoa/PB)  enviar um e-mail para Frankly von Halen
(franklyandrade@gmail.com) 09/07/2014 07:28:48

Complementando, a voz do cara é muito boa, a banda é boa, mas estou ouvindo, no momento, o velho e bom AC/DC e Dio.
Re: Banda Malta
postado por Frankly von Halen (Joao Pessoa/PB)  enviar um e-mail para Frankly von Halen
(franklyandrade@gmail.com) 09/07/2014 07:26:48

Eu pirava quando Nina Hagen começava sua parte em "Garota de Berlim"! Outra música que eu adorava era "A Face do Destruidor" dos Titãs. Acho que ela tem 45 segundos de "música"! Rsss

Eu não escuto Malta, não me agrada, mas o rock vai tocar por 3 semanas em alguns lugares.

Valeu, Nick Fury!
Re: Banda Malta
postado por Nick_Oliveri (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Nick_Oliveri
(ccastro15@gmail.com) 09/07/2014 01:09:32

Os caras da banda Malta tocam muito bem mas EU não ouviria, não me agrada... assim como a Move Over, Suricato, Jamz... a maioria das bandas que passaram pelo programa tinham ótimos músicos - mas achei um lance tipo "PRONTO", tudo muito bonitinho, certinho... não desceu.

Sobre a banda Tokyo... o Supla não cantava, ele falava praticamente, mas era bacana e fez sucesso na época - podem discordar mas soava honesto independente do Supla ou qualquer outro.

Há algum tempo eu não tenho mais escutado apenas solos... prefiro ouvir músicas com vocais e solo como parte da música. Quando ouço teste de algum amp que não tenha bons riffs ou se o cara começa solando, sinto muito, já era, mal termino de ver o vídeo.

Bacana esse tópico Frankly.

Re: Banda Malta
postado por Frankly von Halen (Joao Pessoa/PB)  enviar um e-mail para Frankly von Halen
(franklyandrade@gmail.com) 08/07/2014 22:38:15

Roberto, não fui irônico nem sarcástico, somente achei que a informação cairia bem no debate. Uso exemplos como este quando tenho oportunidade de fazer alguma palestra sobre metas ou marketing em saúde. Se o desrespeitei, não foi minha intenção, sério mesmo.

Abraço.
Re: Banda Malta
postado por Roberto Costabile Junior (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Roberto Costabile Junior
(robertocostabilejr@gmail.com) 08/07/2014 22:01:26

Entendo e respeito a ironia e sarcasmo Frankly, mas não, eu não "desisti"
Não que eu acredite que deva satisfações sobre a minha "dedicação", se eu estou realmente "lutando para manter o Rock vivo", ou coisas do tipo.
E não que eu ache errado alguém "desistir", o que quer que signifique isso, se é ignorância por não "compartilhar a sabedoria" ou algo assim.

Percebo que é errado criticar a banda que toca na tv, mas bom mesmo é criticar quem "desiste", ou quem "não compartilha".

Mas não, eu não desisti, eu continuo tocando, compondo, e até pretendo gravar mais vezes. Até porque comecei na música para isso.

Só não gasto a mesma energia e recursos, não porque eu não queira compartilhar, ou seja ignorante, mas talvez porque agora pense em outras coisas. Simples assim. Parece maluquice, absurdo, ignorância, mas é assim.
Toco porque gosto, não para ganhar elogios na internet.

Rick, entrarei em contato para compartilhar o CD da sabedoria com você. Se você gosta de som pesado cleassico, 80's, chances são de gostar...se não gostar, pelo menos conheceu...rsrs

É, o Simmons é bem afiado em algumas coisas. Mas na real, isso deve ser mais voltado para os críticos profissionais, imprensa, revistas e afins. Acho até que é diferente do conceito de crítico usado pelo Frankly, que diz respeito mais à uma opinião de público mesmo, uma vez que são usuários da net, de redes sociais, pessoas "comuns" que resolvem expor suas opiniões.
Re: Banda Malta
postado por Rick (Resende/RJ)  enviar um e-mail para Rick
(ricardosoaresc@yahoo.com.br) 08/07/2014 12:43:56

Roberto Costalarga,legal essa do Gene Simons! Rsrs
Re: Banda Malta
postado por Frankly von Halen (Joao Pessoa/PB)  enviar um e-mail para Frankly von Halen
(franklyandrade@gmail.com) 08/07/2014 12:37:36

Parece que "O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel" levou porta na cara cinco ou mais vezes antes de ser fenômeno mundial.
Imagina se o cara desiste de primeira.
Re: Banda Malta
postado por Roberto Costabile Junior (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Roberto Costabile Junior
(robertocostabilejr@gmail.com) 08/07/2014 11:16:51

Frankly Van Helsing

Sei lá, talvez seja ignorância minha mesmo, mas não acho que o som que alguém faça (incluindo o meu) seja sabedoria, conhecimento. Lógico, tem um conhecimento adquirido para produzir o resultado. Mas o tal resultado não é necessariamente algo relevante para todos. Aí concordo com o que você falou no video, quem mostra, no final é mais para receber elogios de amigos, parentes, namorada, etc

Na época, mostrei para amigos, quem tinha curiosidade, ou acompanhou em algum momento, participou de alguma forma. E uns sites, nacionais e gringos, que eu achava que teriam interesse em conhecer.

Até acho que o fato de eu ter investido uma quantia razoável do malvado capital na produção do CD, fiz questão de prensar oficial, e mandar pra pessoas ouvirem, uma iniciativa de dividir a tal "sabedoria".
Mas a questão é, isso tudo tem um custo: do capital, de tempo, energia, atenção...e nem sempre dá para ficar arcando com isso...enquanto é possível, tudo bem, mas uma hora dificulta...

Por exemplo, faço questão de participar de conversas do gênero aqui, porque acho útil o tempo investido. Mesmo não concordando em alguns pontos, são coisas importantes, que podem contribuir ou ajudar em algo. Eu nem vou me desculpar, me prolongo, mas acho que vira supermercado, é só ver o que interessa, se não interessa, passa pro próximo rsrs

E antes de mais nada, também sou contra crítica de rock, música e artes em geral. Mas, sou a favor da liberdade de expressão, e no final, acho importante as pessoas poderem falar o que pensam, seja pra elogiar amigo, ou cornetar a kid pentelha. Ou fica meio que uma proibição velada, o papo de "se você não toca, não pode falar do que toca".

O problema talvez não seja a crítica em si, mas o valor dado à ela. De crítica passar a formadora de opinião. Referência no assunto ou palavra final no julgamento de valores dados à produção.
Mas eu valorizo mesmo quem produz, quem faz, não quem critica, que fala, bem ou mal.

Sobre os críticos, uma frase do já citado Gene Simmons:

If you think about it, critics are an unnecessary life-form on the planet Earth, and here's why: because it's a job without credentials. You don't have to go to school. To be a journalist, of course, you need to get a journalism degree, and there's such a thing as journalistic ethics. You know, if you print news, your opinion is not important. A critic has no credibility whatsoever. He doesn't even need a license to be a critic. He just sort of says, "I'm a critic." And then you are.
Re: Banda Malta
postado por Rick (Resende/RJ)  enviar um e-mail para Rick
(ricardosoaresc@yahoo.com.br) 08/07/2014 08:23:21

Esse som é bom , hein!Rick Wakeman e suas 6 esposas de Henrique! Rsrs
Meu e-mail:ricardosoaresc@yahoo.com.br
Re: Banda Malta
postado por Frankly von Halen (Joao Pessoa/PB)  enviar um e-mail para Frankly von Halen
(franklyandrade@gmail.com) 08/07/2014 08:12:47

Roberto Costalarga, eu gosto mesmo é quando alguém discorda porque acredito que não estou certo em tudo o que falo e aprendo e não estou inventando para passar por pseudointelectual. Por favor, discorde mais!

Meu Dropbox, se você usa, é franklyandrade@gmail.com . Por favor, envie-me o que gravou e, aparentemente, divulgou pouco.

Face à sua aparente pequena divulgação de seu trabalho, tenho uma frase que enquadra bem o seu exemplo e de outras pessoas: Saber e não dividir ou não divulgar é o mesmo que não saber. Em suma, não há diferença entre o sábio silencioso e o ignorante silencioso. Como creio em uma única vida, tento dividir o que sei. Atualmente, mais ainda, uma vez que passei por algumas que me fizeram ficar balançado (suspeita de câncer em mim, câncer na família, perda de pessoas jovens e queridas e até da minha cadelinha, que era a "pessoa" mais sincera e amável que conheci).

Para concluir... não há problema nenhum em ser feliz da forma que for. Se a pessoa for feliz vendendo pipoca, batata frita ou BMW, ótimo! O que não concordo é o cara vender a mesma pipoca, a mesma batata frita, o mesmo BMW e reclamar da vida, do governo, da esposa, dos filhos etc. e não fazer nada para mudar a própria vida. Traduzindo em termos práticos sobre o tema, simplesmente reclamar, reclamar, reclamar, a meu ver, fará "esse tal de rock and roll" que tanto amamos e odiamos, ser tocado cada vez menos. Aqui em João Pessoa, por exemplo, surge um show a cada 3 meses e é um acontecimento!

Enfim, estou me prolongando demais. Obrigado por comentar.

Abraço.
Re: Banda Malta
postado por Roberto Costabile Junior (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Roberto Costabile Junior
(robertocostabilejr@gmail.com) 08/07/2014 07:51:30

Rick Wakeman!
enquanto escreveu o seu, eu tava colocando outra novela maçante do Metául !

nem sei se ainda tenho o link do Myspace, se ainda funfa aquilo... vou ver o que consigo

de qualquer forma, como falei no divã, posso mandar o CD, Original, prensado, por conta própria, com o custo de algum capital rsrsrs
Re: Banda Malta
postado por Roberto Costabile Junior (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Roberto Costabile Junior
(robertocostabilejr@gmail.com) 08/07/2014 07:48:53

Rick Wakeman, vamos para uma jornada ao reino das seis mulheres com o rei Arthur...
Também concordo e discordo de algumas coisas:

Concordo com viver bem com o mau-conceito, e com a degradação - pelo menos aparente, o que vemos nos grandes meios - da qualidade geral do que aparece na música.

Agora, não leve a mal, afinal estamos aqui para trocar idéias, informações, e as vezes discordamos...rsrs
Sem querer entrar em temas excessivamente polêmicos, mas sou 220% contra essa generalização, e na minha opinião ingênua "demonização" do tal "capital".

Em primeiro, porque se não fosse ele mesmo, o malvado capital, os próprios grandes músicos, artistas e virtuosos não teriam suas carreiras, quanto mais o sucesso e consagração.

É tão somente por conta do malvado capital, que eles conseguiram desenvolver suas carreiras, ter acesso aos seus equipamentos como também expor seus trabalhos nos espaços disponíveis. Também graças ao capital, depois conseguir contrato com as gravadoras, e vender seus discos. Não diferente, vender sua imagem e diversos outros produtos, fortalecendo e ajudando a viabilizar assim suas carreiras.

E depois, muitos dos que você citou, dos grandes expoentes do que temos como "música boa" (e me coloco aqui, também sou dessa geração, e cresci gostando +/- dessa praia) principalmente os precursores de suas respectivas "cenas", começaram sem muita ajuda dos grandes meios, e com pouco capital.

Até o Kiss começou pobre, trabalhando duro, e até o Alive!, estavam quase quebrando a gravadora, ali foi o vai-ou-racha...
E segundo relatos do próprio Eugene Klein Chaim Witz, mesmo no Destroyer, ainda não desfrutavam de muitos recursos, até para a gravação, era +/- controlado, não podiam perder tempo, etc.

Acho que até a primeira infância do Glam, o capital ainda não dava as caras. Estava ali, rondando, mas não dava muito mole. Pelo menos é o que falam no Mötley. Começaram se encostando aqui e ali, quebrando galho, malocados. Vivendo de ajudas, encostados nas namoradas. Mas acreditando no que faziam.

A diferença é que, lá, sempre teve espaço para o que faziam. Tanto nos USA como em UK. É a terra deles, a cultura deles, terra que se plantando, dá...

Quanto a relação dos grandes meios x música de qualidade, sim existe isso, mas é uma relação amor/ódio eterna.
Eu particularmente não ligo, porque entrei no universo do som em 1983, e na época não tinha net, rádio não tocava peso, pouquíssimas revistas, as gringas eram caras...

E quem gostava de Peso era a turma do fundão, de camiseta preta de banda...Era um nicho, quase um "gueto".

Vou citar Pepper Keenan (C.O.C., Down): "do your homework"
Ele fala que as bandas que ele gostava quando moleque não caíram no colo, tinha que ir atrás.

E aqui era assim também, um mostra, outro fala...um empresta, outro grava...ouve aqui, lá ali...
E te digo, hoje em dia, é muito mais fácil. O acesso com a net é uma dádiva.

Agora dei uma pausa, estou resgatando e revisitando coisas aqui...Mas um bom tempo, fiquei atrás de bandas novas, em blogs, foruns, sites
Bandas que aparentemente faziam o que eu gostavam, tentavam carregar o legado.

Tenho um HD aqui lotado, de tudo que é coisa, mas basicamente referente às influências e referências do "universo musical" que eu curto. E muita coisa não gostei e descartei. Mas ficou um monte.

De vez em quando ainda resgato algum, coisa que nem consegui ouvir, tipo discografias inteiras, ouve alguns da banda, faltaram outros...

Para Frankly e Rick
Você que se mostram entusiastas e apoiadores de novas produções
Se quiserem, me escrevam no email, passem o endereço, e terei o maior prazer em mandar meu CD para vocês cnhecerem...se quiserem, lógico...rsrsrs
Re: Banda Malta
postado por Rick (Resende/RJ)  enviar um e-mail para Rick
(ricardosoaresc@yahoo.com.br) 08/07/2014 07:28:17

Poxa,Roberto Costabile! Faz uma força e coloca um som seu aqui no post do FVH (rinkadas) do GN.Seu som deve ser bem legal,pois,seu relato já transmite uma atmosfera densa e Underground bacana.Cada idiotice que postam nas redes e bomba geral.Acho que o mal prevalece porque o bom se omite e não se pronuncia.
Abraço
Re: Banda Malta
postado por Roberto Costabile Junior (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Roberto Costabile Junior
(robertocostabilejr@gmail.com) 08/07/2014 06:46:03

Tópico interessante...
Vou concordar e discordar de algumas coisas...desculpem o post long, mas despertou assuntos e idéias...

Primeirio, assumo minha ignorânssa, não sabia sequer que tinha esse concurso...vi muito propaganda de um outro parecido, acho que na sony, tem o edu k (ex de falla), e engraçado, até falam lá "vale tudo menos cover" rsrs

Frankly, interessante a linha que você traçou, das evoluções e involuções, só vou comentar algo, espero que não fique bravo, chateado, achando que é crítica (destrutiva), ou estou metendo o pau só pra agredir...
Eu conheço, também vivi os períodos, mas talvez, pra quem não conhece, a ordem ficou meio confusa:
parece que teve o tal Rock clássico, Metal, etc, ' depois veio o grunge que desbancou, etc ' depois o rock famoso brasileiro

Bom, no assunto e respondendo a pergunta, tentando agregar alguma coisa na discussão

Eu não curto cover, mas também não desco a lenha, simplesmente não gosto, prefiro trabalho autoral, mas entendo que as "mais-mais", sempre existiram, e são um mal necessário, as famosas "bandas de baile", para animar as noites
pega entrevista do VH, esles falam que passavam por isso, lá na época...

Tendo dito isso, eu tenho mau-conceito sim, com kid abelha, sempre repudiei essa geração do róqui brasuca, para mim era som de pleibói, era um lance bem cartesiano: nós x eles.
Pode falar que é infantilidade, o que for...vivo feliz com meus maus-conceitos rsrs

Eu sempre sonhei em tocar, em fazer meu som, tentei um zilhão de bandas, e em 2006 gravei o meu disco. Mesmo depois de 20 anos tentando tocar, e passado por todas essas "cenas" que vocês citam, insisti em fazer o que eu sempre gostei, o que sempre foi honesto e sincero pra mim. Tanto que na época, quando mandei o tal CD para alguns sites, uma das melhores críticas que eu recebi, que mais me orgulho, foi: "os caras remam na contra-mão, enquanto todo mundo quer ousar misturas, eles fazem um som pesado tradicional, que não se tem ouvido muito, mas de um jeito diferente..." algo nessas linhas...

Eu não sou do tempo de redes sociais, divulgar no You Tube, essas coisas de shófens, então, não fico postando eu tocando
respeito, acho interessante, vejo alguns, sendo cover ou autoral, mas não consegui me adaptar a isso

E meu som, nunca divulguei aqui, porque acho que não é o que a maioria vai gostar, então não vou ficar fazendo spam gratuito pra tentar ganhar elogios, sendo que eu fiz pra mim, porque gosto e acredito naquilo, mas como expressão do que eu penso e sinto, e não achando que "faria sucesso"

Com alguns Greeners que já tive contato fora do forum, dei o CD, ou passei link, quando pintaram os papos sobre "o que você toca ? etc"
então alguns sabem qual é o som, que é +/- um resultado do que foi mais importante na minha (de)formação musical/artística

Ainda quanto a pergunta "o que você faz para contribuir etc..."

Além de Música, eu sou das Artes Visuais. Estudei, e sempre tentei trabalhar com isso. E um dos focos das minhas tentativas de trabalho por anos, foi fazer panos de fundo, "backdrops" para bandas.

Fiz para muitos covers, e também para bandas autorais, tudo pequeno, under-grude...
Mas sempre tinha a convicção de, além de estar tentando ganhar a vida honestamente, desenvolvendo habilidades que acredito serem saudáveis, estava contribuindo com "algo maior".
Tem todo o papo sobre a importância da linguagem, estudo da percepção...
Mas achava que estaria, além de ajudando a economia em si - comprando materiais assim financiando produtores, criando bens de consumo, fazendo que pagou por aquilo também ganhar algo
estava contribuindo para no caso, a divulgação de outra forma de expressão artística, que a princípio, faz pensar diferente, busca novos sentimentos, etc...

Em suma, estava fazendo Arte para divulgar Arte, por maior ou menor que fosse o grau de "nobreza" das mesmas
Afinal, o cara pode ser um exímio artista, e trabalhar para divulgação de campanhas do comunismo, nazismo...

Continuo tentando, mais na linguagem visual...mas mesmo em casa, na beirada da cama, também na sonora...
Re: Banda Malta
postado por Frankly von Halen (Joao Pessoa/PB)  enviar um e-mail para Frankly von Halen
(franklyandrade@gmail.com) 08/07/2014 00:31:09

Tocando rock em várias emissoras de rádio e televisão fica menos difícil de uma banda com "timbre matador" chegar aos ouvidos populares. Para isto, creio, deve haver produção musical do gênero e divulgação. Quem produz? Nós, músicos.

Também não vi os programas todos, somente partes deles. Imagine se um grupo de funk carioca vence, qual seria a repercussão?

Lembro-me da primeira vez que ouvi Dream Theater. Achei muito complexo para mim, pois saía do padrão do compasso 4/4 do rock.
Imagine uma pessoa que só escuta o que lhe ofertam, isto é, não busca outros horizontes... É bem mais difícil ouvir as várias bandas de maior complexidade musical e técnica. Se o gênero chegar aos ouvidos pode ser diferente.
Re: Banda Malta
postado por Rick (Resende/RJ)  enviar um e-mail para Rick
(ricardosoaresc@yahoo.com.br) 07/07/2014 23:31:58

Cara,não assisti esse programa por ``bom`` preconceito mesmo(sei que a globo não abrirá portas para os verdadeiros músicos talentosos e rock pesado de alta qualidade técnica-simplesmente porque a maioria não gosta e não entende,logo,não vende) e por ser tarde demais para mim, que acordo 5:30h para levar filho para a escola e trabalhar(começa por aí a sacanagem de botar domingo bem tarde,concurso de bandas).
Depois de ver seu vídeo,Flankly,fui conferir a campeã e realmente acho que não perdi nada.
Acho que depois dos anos 80 e começo dos anos 90,mais especificamente os movimentos NWBHM e Glam/hair metal,acabou-se o virtuosismo técnico,a timbragem matadora das guitarras e alta produção musical(vide Def Leppard,Skid Row,Firehouse,warrant,slaughter,ac/dc,Saxom,Iron,DIO,Whitesnake,malmsteen,accept...etc....).
Porque a globo não abre espaço para o Edu Ardanuy e banda(Dr SIN),Hangar,entre outros que nem eu mesmo conheço, mesmo estando morando no Brasil,tamanha é a dificuldade de divulgação da música desses caras?
Tudo gira em torno da maioria e do capital.O lance acho que é rezar para essa galera boa,que faz música de qualidade, que investe e estuda seus instrumentos,possam ter forças e motivação para continuarem.E que empresários e produtores de eventos uma hora dêem espaço e apoio para a galera rock pesado se expressar.

https://www.youtube.com/watch?v=HDT_uqM1iqI
Re: Banda Malta
postado por Raphael Jaber (São Paulo/SP)  enviar um e-mail para Raphael Jaber
(raphaz.adm@gmail.com) 07/07/2014 21:33:14

Eu ainda nem ouvi essa banda que ganhou, aliás não vi nenhum capítulo desse programa mas assisti seu video... O tema que você abordou reflete justamente o que acontece em todos os fóruns de guitarra ou de outros instrumentos, principalmente nos países de terceiro mundo.
« voltar ao Fórum Responder mensagem Postar nova mensagem Regras Glossário Revelando-se Perfeito Dates Classificados
Green Notes © Copyright 2005 / 2017 - Todos os direitos reservados | Faça aqui o seu Cadastro